Como escolher o dialeto chinês correto
Destaque multimercado

Tradução e localização em chinês: Como escolher o dialeto chinês correto

Destaque multimercado

Tradução e localização em chinês: Como escolher o dialeto chinês correto

Traduzir o chinês e mergulhar na localização desse idioma pode ser uma tarefa complexa. Para quem não conhece o idioma chinês, muitas vezes é difícil saber qual dialeto chinês traduzir para o seu público-alvo. Vamos discutir os diferentes dialetos, onde e quando eles são usados e como decidir qual é o melhor quando traduzimos para o chinês. Além disso, daremos algumas dicas úteis aos interessados em localização para o mercado chinês.

Quantos dialetos chineses existem?

Quando discutimos dialetos chineses, é importante primeiro entender que existem vários dialetos chineses, tanto falados como escritos, que variam no território da China e em outros países e regiões de língua chinesa, como Taiwan, Hong Kong e Cingapura. Ao contrário de outras idiomas com dialetos diferentes, como inglês americano e britânico, ou espanhol latino-americano e castelhano, falantes de chinês que não compartilham o mesmo dialeto chinês muitas vezes são completamente incapazes de se entender entre si.

O mandarim é o principal dialeto falado na China, e o tipo de mandarim usado lá costuma ser chamado de chinês simplificado, pois usa uma versão simplificada dos caracteres chineses tradicionais. Quando você vê o chinês escrito usado fora da China, é bem provável que seja o mandarim, e a maioria das pessoas sem um conhecimento intrínseco do idioma está se referindo ao mandarim quando fala sobre o idioma chinês. O cantonês, por outro lado, é um dialeto amplamente falado do chinês falado, usado em conversas cotidianas, mas não na escrita devido aos seus caracteres tradicionais e mais complicados. Além desses dialetos chineses principais, dialetos regionais menores usados em todo o idioma chinês incluem Min, Hakka e Wu (às vezes denominado xangainês, falado na cidade de Xangai e arredores).

Claro, o chinês é um dos idiomas mais falados no mundo, com cerca de 1,3 bilhão de falantes nativos, muitos dos quais estão localizados fora da China. Existem comunidades de língua chinesa em todo o mundo, mas essa é uma língua oficial em muitos países e territórios asiáticos, incluindo Hong Kong, Macau, Taiwan e Cingapura.  

Em Cingapura, é usado o mesmo chinês mandarim simplificado ou padrão que é falado na China continental. Em Hong Kong e Macau, a população fala cantonês. Em Taiwan, o dialeto falado é o mandarim. Todos esses países e regiões, contudo, escrevem em chinês tradicional. Mas, apesar de compartilhar um idioma escrito, as expressões escritas variam entre essas regiões – da mesma que se pode imaginar as ligeiras variações entre expressões em espanhol da Espanha e do México.

Claro, o quadro geral é mais complicado do que isso, e existem muitos dialetos menos usados, caracteres específicos e outros aspectos do idioma que são diferentes entre as regiões de língua chinesa, mas esta visão geral ajudará a responder à seguinte pergunta:

Para qual dialeto chinês devo traduzir?

Tradução e localização em chinês

Como você deve ter adivinhado, a resposta a essa pergunta depende do seu público-alvo. De longe, o dialeto mais comum escolhido para tradução é a forma simplificada de chinês que as pessoas na China continental serão capazes de ler e entender. Para empresas que buscam entrar no mercado chinês, este é o idioma que deve ser escolhido para traduzir seu site, materiais de marketing, descrições de produtos, contratos legais e outros ativos. O mesmo se aplica para a tradução de qualquer documento pessoal para usar na China continental, como identificação para um visto, anúncios de recrutamento de babás e faxineiras, ou até cartas de amor (sim, nós traduzimos isso!). É claro que, em traduções pessoais, poderá haver casos excepcionais em que será necessário usar um dialeto regional mais raro, mas para fins comerciais, o chinês simplificado deverá ser sua escolha preferencial para tradução.

Se você deseja fazer negócios em Taiwan ou em Hong Kong, no entanto, é melhor optar pelo chinês tradicional. Conforme já mencionado, o chinês tradicional e o chinês simplificado são essencialmente dois idiomas diferentes; por isso, é importante escolher o idioma certo, dependendo do seu mercado-alvo e do seu público-alvo. Embora o cantonês seja o principal idioma falado em Hong Kong, o chinês tradicional ainda é o caminho usado quando se trata da maioria dos projetos de tradução e localização para seus negócios ou necessidades pessoais. A tradução do cantonês raramente é pedida para projetos como a transcrição, ou se você quiser uma tradução muito informal e coloquial para um público familiar.

Embora o chinês seja um idioma oficial em Cingapura e amplamente falado, muitos dos negócios que acontecem no país são, na verdade, feitos em inglês, e quase todos no país falam esse idioma. Por isso, se o seu objetivo é atingir apenas o mercado de Cingapura, é mais importante fazer a localização do seu conteúdo para o inglês do que traduzi-lo.

Dicas extras para localização em chinês

A China é um mercado enorme, com vasto potencial, o que a torna um alvo importante para a expansão de empresas internacionais. Se a sua for uma dessas, temos algumas dicas extras que o ajudarão com outros aspectos da localização para a China, além de apenas traduzir para o dialeto certo.

1. Comece com cidades de Nível 1  – o mercado chinês é dividido em um sistema de cidades em níveis, com  5 níveis baseados em fatores como PIB e população. Se quiser ter sucesso na China, você deve ir primeiro atrás de cidades de nível 1, como Pequim, Guangzhou, Xangai e Shenzhen, e depois para novas cidades de nível 1, como Chengdu e Hangzhou, e descer para o nível 2 e assim por diante. Direcione seu marketing para essas áreas metropolitanas, disponibilize remessas para lá ou abra escritórios ou lojas físicas em seus distritos comerciais e comerciais. 

2. Pesquise o sucesso potencial de seu setor na China – setores com grande potencial na China incluem jogos, moda e E-commerce. De fato , as vendas de eCommerce na China representam 3,2% do PIB do país, em comparação com apenas 2,7% nos EUA, de acordo com a Asialink Business. Com 632 milhões de usuários da Internet, essa explosão do comércio virtual significa que sua empresa pode ter um bom desempenho na China, mesmo com presença física mínima. Se a sua empresa se enquadra em uma dessas áreas, confira a concorrência local e veja como a localização pode ser usada para alcançar uma nova base de clientes na China. Se não se enquadra, certifique-se de que seu setor tem chance de entrar nesse mercado difícil antes de dar o salto. 

3. Utilize a mídia social certa e localize o SEO – pode ser que você tenha traduzido seus anúncios, seu site e as descrições de produtos para o dialeto correto do chinês, mas como garantir que sua marca e suas mensagens alcancem o público que fala chinês? Se a sua meta for Hong Kong ou Taiwan, sua localização será muito mais fácil devido ao fato de que sites e aplicativos de uso restrito na China continental estão disponíveis para uso lá. Contudo, se você visa os consumidores na China continental, pode esquecer o Facebook, Google, YouTube e a maioria dos outros sites usados pelo mundo ocidental. O Baidu é o motor de busca mais popular na China; portanto, será necessário configurar seus anúncios chineses nele, além de fazer pesquisas de palavras-chave locais para melhorar seu SEO e classificação nos SERPs do Baidu. Também é importante ajustar seu conteúdo para evitar ser restringido pelas autoridades chinesas por usar “palavras proibidas”.  

Em relação às redes sociais, o WeChat é o lugar para estar para quem deseja ganhar seguidores e atrair clientes na China. O que é o WeChat? Pense em um Whatsapp, Facebook, Instagram, Paypal, Zoom, híbrido de jogo. Usuários chineses podem fazer tudo nesta plataforma, portanto, é aí que você vai querer construir uma presença. Weibo é a segunda maior plataforma de mídia social do país, semelhante ao Twitter, mas sem o limite de caracteres. E, claro, Tik Tok, conhecido na China como Douyin, é a moda atualmente. Certifique-se de não só traduzir e localizar todo o seu conteúdo de mídia social para o público chinês, mas também de que esse conteúdo esteja visível onde possa ser realmente visto.

Acha que está pronto para entrar no mercado chinês? Essa é uma tarefa enorme, mas que pode render uma grande recompensa se for bem feita. Os especialistas nativos chineses da BLEND podem ajudá-lo a traduzir e localizar todos os aspectos da sua empresa para atrair o público local na China e nas regiões de língua chinesa.

Pronto para dar os primeiros passos com a localização?
iniciar

You may also enjoy

Entre em contato

Quer incorporar sua presença em novos mercados mundiais de forma nativa? Fale com um representante hoje e discuta o BLEND perfeito de serviços de localização.